AQUI ESTÃO ALGUMAS DAS MENSAGENS DE MICHAEL.TUDO O RESTO NO BLOGUE CONTINUA IGUAL.COLABORE.COMENTE

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

INVESTIGAÇÕES E RAZÕES DE MICHAEL

ORA AÍ ESTÁ. ESTE SIMMMM…. FANTÁSTICO TRABALHO DESTE ESPANHOL… Tenho acompanhado as suas muito e bem elaboradas investigações, mas esta está FANTÁSTICA do principio ao fim. Então a história das datas é dum enorme poder de observação. PARABÉNNNNNSSSSSS (ENCHERIA O RESTO DA PÁGINA COM BOLOS DE PARABÉNS E TUDO AHAHAHA).

Postei aqui acerca do micro que Michael usa do lado direito, por exemplo. Postei isso no dia 21 de Setembro onde aparecem os tais nºs 24 e 25. Lembram-se? Viram? Claro que Michael voltará atrás das câmaras que é a grande paixão dele, todos falaram das célebres fotos do Liberian Girl, postei aqui uma analogia entre Liberian Girl e Casablanca.

Eu só vou ver o filme no sábado e o dia foi escolhido propositadamente para ter uns dias antes para observar comentários e assim poder estar mais atenta a certos pormenores. video

Mas mais do que tudo isto, que este espanhol inteligentemente observa (para além de outras razões, certamente) há outros fundamentos porque Michael fez isso. A VELHA HISTÓRIA DO AMOR e da HUMANIDADE.

Pense-se em EARTH SONG e vejam como Michael se apercebeu que a humanidade na sua complexidade e globalidade está a caminhar inelutavelmente e ao acaso, para um desenlace trágico e mortal à escala planetária, por causa dos seus comportamentos irracionais de como delapida a natureza da qual depende totalmente para viver.

Pensemos em HEAL THE WORLD e vejam como Michael quase implorava, numa voz quase gemida, “A CURA… para toda a humanidade… pessoas estão a morrendo… o amor é forte… os espíritos nunca morrem….” Quem ouviu??!! Poucos, poucos porque nós somos muitos.

Agora, e fiquemos por aqui, pensemos em MAN IN THE MIROR e pensem como apelou duma forma quase desesperada, à mudança de cada um de nós que mais parecia gritar “NÃO OUVEM?” Rolou no palco, soou, cantou a gritar-nos, claro que sempre de voz irrepreensivelmente afinada, mas gritou-nos… ouvimos?? Ouvimos sim e mudámos? NÃOOOO!

E para ficarmos por aqui temos as 3 grandes chamadas de atenção para a NATUREZA, para a CURA do mundo e para a necessária e urgente MUDANÇA.

Agora analisemos rapidamente quantos e quantos milhares de pessoas apenas conheciam “os pés” de Michael. Desde 25 de Junho passaram a conhecer Michael como humanista. Agora é caso para dizer “THIS IS IT”.

Michael vai voltar sim, penso que atrás das câmaras para dar seguimento à sua sublime obra em prol da humanidade, só que agora para além dos que toda a vida o ouviram com o coração e o amaram, para além dos que conseguiram olhar no fundo do olho dele, agora irão somar-se os que tão mal diziam dele e os que só lhe conheciam “os pés”, porque agora já sabem quem é Michael e por isso eu escrevi aqui uma vez: “era preciso morrer e até isso ele fez”.

E ENTÃO MICHAEL FICARÁ NA HISTÓRIA DO MUNDO… e… como se irá chamar depois???...

Louca eu? NÃO.

TODOS NÓS VEMOS

Já recebi por duas vezes, na caixa de correio associada a este blogue, o clip que a seguir edito. Com este mesmo clip vem aquela história de que viram Michael no aeroporto de Miami. Claro que não vou publicar já que essa descrição não vem acompanhada de nenhuma imagem pelo que para mim perde autenticidade. Nada como uma imagem para ilustrar narrações.

video

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

ABERTURA DO "THIS IS IT"

Revelada a extraordinária abertura de 'This is It'! (ALERTA: Contém spoiler) video

O programa Access Hollywood disponibilizou hoje um pequeno trecho do que seria a extraordinária abertura do concerto "This Is It", ainda não havendo informações se esta também será a abertura do filme. Logo no início do vídeo, uma dedicação aos fãs: "FOR THE FANS". Segue-se uma pequena amostra do que seria a abertura do show, entrevista com o diretor, cenas inéditas de Smooth Criminal e entrevista com o coreógrafo Travis Payne. Há ainda cenas inéditas de Michael Jackson a dançar The Way You Make Me Feel com os outros bailarinos. Diz-se ainda que após o final do filme, quando começam a aparecer os créditos, a seguir aos créditos há mais imagens a ver. NÃO SEI SE ISTO É VERDADE OU NÃO. De qualquer forma seria bom não sairmos do cinema para verificarmos.

A VELHA HISTÓRIA DO Nº7 - Fala-se muito sobre as coincidências, ou não, do nº 7 na vida de Michael. Talvez sejam apenas coincidências ou talvez eu repare mais nisso por ser também o meu número, de qualquer forma aqui vão mais três.

1ª - Neste gif (desenho criado por cima de uma foto), a somar às inumeras coincidências do nº 7 na vida de Michael, vejam como do chapéu saem 7 fachos de luz.
2ª - O filme estreia na 43ª semana do ano, ou seja, 4+3=7
3ª - A soma dos dias existentes entre o dia a seguir à "morte" (26 Junho) e o dia anterior à estreia do filme (27 Outubro), é de 124 dias, ou seja, 1+2+4=7 ... mas que estranho... mas serão mesmo só coincidências?

terça-feira, 27 de outubro de 2009

SHE'S OUT OF MY LIFE

O site oficial de Michael Jackson disponibilizou o áudio de She's Out (Demo), que estará no CD "This Is It". Triste, mas a voz... não há igual.

video

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

POEMA DE MICHAEL - (parece-me ser mais uma mensagem de Michael para nós)

Há pouco nas notícias da TV aqui em Portugal disseram que foi hoje lançado este poema para fazer parte do filme e que muitas mais novidades iriam aparecer… (penso que foi mais ou menos isto que disseram porque eu estava na cozinha e a TV está na sala). Talvez seja desconhecimento meu acerca da obra de Michael, mas sinceramente não conhecia. Este poema é uma obra de arte. Onde andava isto? Quando foi gravado? Às vezes quando parece que tudo vai acalmar até à exibição do filme, chega mais uma bomba, esta embrulhada em AMOR DIVINO. De uma coisa tenho absoluta certeza, Michael foi seguramente abençoado por Deus.
Uma vez disse aqui que as almas se comunicam, lembram-se? Disse até que havia algumas pessoas aqui cuja alma se comunicava com a de Michael. Pois é, foi isso que me aconteceu. Esta voz hipnotiza-me a alma e eleva todas as partículas do meu ser até aos céus. Quando há pouco ouvi isto as lágrimas caíam-me e a minha pele ficou todo o tempo arrepiada. Senti-me num estado de felicidade total como se tivesse entrado numa eternidade. Então desliguei tudo, telefones, etc., cerrei os olhos e voltei a ouvir, com a alma, com o coração. Acreditem, que com a idade que tenho, e para além dos feios, também já passei por momentos muito tocantes, mas como este nunca me tinha acontecido. Não consigo explicar-vos o que senti e ainda sinto. Vou pôr isto no meu MP3 e penso que vou entrar na felicidade suprema sempre que ouvir. Thank you Michael.
Desculpem, não consigo explicar mais nada. Oiçam e voem como eu voei e parece-me ainda estar para além das nuvens, numa serenidade sem igual. Mais uma vez digo que também eu fui abençoada por ter nascido na “era Michael”. Não vejo a hora… Deus o abençoe mais ainda, e que dele retire todos os erros que como ser humano também os tem, todas as dores, todo o sofrimento.

video

video

LETRA E TRADUÇÃO

PLANET EARTH (Michael Jackson)

Planet Earth, my home, my place - A capricious anomaly in the sea of space - Planet Earth are you just - Floating by, a cloud of dust - A minor globe, about to bust - A piece of metal bound to rust - A speck of matter in a mindless void - A lonely spaceship, a large asteroid - Cold as a rock without a hue - Held together with a bit of glue - Something tells me this isn't true - You are my sweetheart soft and blue - Do you care, have you a part - In the deepest emotions of my own heart - Tender with breezes caressing and whole - Alive with music, haunting my soul - In my veins I've felt the mystery - Of corridors of time, books of hisotry - Life songs of ages throbbing in my blood - Have danced the rhythm of the tide and flood - Your misty clouds, your electric storm - Were turbulent tempests in my own form - I've licked the salt, the bitter, the sweet - Of every encounter, of passion, of heat - Your riotous color, your fragrance, your taste - Have thrilled my senses beyond all hasteIn your beuaty, I've known the how - Of timeless bliss, this moment of now - Planet Earth are you just - Floating by, a cloud of dust - A minor globe, about to bust - A piece of metal bound to rust - A speck of matter in a mindless void - A lonely spacship, a large asteroid - Cold as a rock without a hue - Held together with a bit of glue - Something tells me this isn't true - You are my swweetheart gentle and blue - Do you care, have you a partIn the deepest emotions of my own heart - Tender with breezes caressing and whole - Alive with music, haunting my soul. - Planet Earth, gentle and blue - With all my heart, I love you (Michael Jackson)
Tradução (reparem nas frases que ponho a vermelho... só pode ser mensagem)
PlanetaTerra, minha casa, meu lugar - Uma caprichosa anomalia no mar de espaço - Planeta Terra, você fica apenas - Flutuando aí, uma nuvem de poeira - Um globo inferior, pronto para se despedaçar - Um pedaço de metal, se tornando enferrujado - Uma pinta de importância em uma vazia insensatez - Uma solitária nave espacial, um enorme asteróide - Frio como uma rocha sem cor - Unidas com um pouco de cola - Algo me diz que isso não é verdade - Você é minha querida macia e azul - Você se importa, tenha uma parte - Nas profundas emoções do meu coração - Tenro com a brisa carinhosa e inteira - Vivo com música, assombrando - Em minhas veias eu sinto o mistério - Dos corredores do tempo, dos livros de história - A vida canta de épocas vibrando em meu sangue - Tem dançado o ritmo da maré e da enchente - Suas misteriosas nuvens, suas elétricas tempestades - Foram tempestades turbulentas em minha própria forma - Eu experimentei o salgado, o amargo, o doce - De cada encontro, de paixão, de calor - Sua cor desordeira, sua fragrância, seu sabor - Tem emocionado meus sentidos além de toda pressa - Em sua beleza eu conheço a maneira - Da brisa eterna, deste momento de agora - Planeta Terra, minha casa, meu lugar - Uma caprichosa anomalia no mar de espaço - Planeta Terra, você fica apenas - Flutuando aí, uma nuvem de poeira - Um globo inferior, pronto para se despedaçar - Um pedaço de metal, se tornando enferrujado - Uma pinta de importância em uma vazia insensatez - Uma solitária nave espacial, um enorme asteróide - Frio como uma rocha sem cor - Unidas com um pouco de cola - Algo me diz que isso não é verdade - Você é minha querida macia e azul - Você se importa, tenha uma parte - Nas profundas emoções do meu coração - Tenro com a brisa carinhosa e inteira - Vivo com música, assombrando minha alma - Planeta terra, gentil e azul - De todo o meu coração, eu te amo. (Michael Jackson)

sábado, 24 de outubro de 2009

QUATRO MESES SEM MICHAEL


25 Outubro 2009 – QUATRO MESES SEM MICHAEL
Através dos imensos blogues, depois daquele dia 25 de Junho, foi fácil perceber os milhares de pessoas que amam Michael Jackson.
Michael disse uma vez que para ele o maior de todos os pecados seria não cultivar os dons, os talentos que, na verdade, foram uma dádiva de Deus. Aceitá-los e não os cultivar seria para ele o maior pecado do mundo.
E por toda a vida trabalhou todos os esses dons duma forma árdua e muitas vezes espinhosa, mas sempre com a delicadeza dum cavalheiro para com todos os que consigo colaboraram. Não falhou uma nota… por vezes notas tão altas que pareciam sentarem-se à porta da casa de Deus… não falhou a imensa incompreendida bondade… o chapéu nunca caiu naqueles mágicos passos, sob o qual escondia as feições genuinamente puras para poder interpretar por exemplo Dangerous… tentou esconder o vastíssimo carisma atrás da timidez que edificou como muralha defensora, mas não conseguiu passar despercebido. ERA IMPOSSÍVEL! Ele é o “BEST SELLER” humano.
Também eu fui abençoada por viver na era Michael. Thank you God. Será difícil perceberem o que digo, o que sinto?
Parecendo muitas vezes casual, no palco expunha um homem sensual de ancas levantadas. Ambas as mãos se alinhavam na direcção do seu sexo. Depois, por vezes até na mesma interpretação, assumia o lado mais forte dele – a infantilidade. Sorria com os olhos que acompanhavam um rasgar desenhado nos lábios. Sorriso que só consegue ver quem já alguma vez sonhou com anjos ou os imaginou a sorrir.
Todos o queriam tocar porque ele consegue tocar as nossas almas. O corpo é apenas a casa física da nossa alma e são as almas que pedem o contacto da alma de Michael.
Fundiu a sensualidade e a criança, acrescentou a irrepreensível bondade e viajou planeta fora durante toda a vida apelando à mudança, à paz e ao amor. Acreditou que era possível mudar o mundo e acredito que mudou milhões de pessoas que o ouviram com as almas, com os corações, e não só com os ouvidos. Mas o Peter Pan Michael estava cada vez mais só, cada vez mais traído, e a sua gigantesca sensibilidade não permitiu mais.
Então Deus, numa dessas enormes conversas que por vezes temos com Ele, disse-lhe: “Michael chegou agora a tua vez de fazeres o que incansavelmente pediste à humanidade – MAKE A CHANGE”. (esta conversa foi há muito, muito tempo).
Michael idealizou, duma forma magistral como sempre, tudo o resto. Não esqueceu o tal pecado que disse não querer nunca cometer e agarrou num outro dom que Deus lhe deu e foi.
Muitas teses há sobre quem eventualmente o protege, mas nunca esqueçamos que Deus protege sempre quem O ama.
No final do dia, neste estranho mundo de infidelidades morais, em que tento ter sempre um sorriso na alma e ser a criança que também Michael ajudou a resgatar em mim, deito-me, oro, fecho os olhos e imagino-o, quase o vejo, sentado numa cadeira confortável, mais uma vez só, muito só, pensando como vai fazer para voltar porque o dia está quase a chegar.
Não faria sentido Michael não voltar, e para acrescentar a toda a imensa admiração que tenho por essa alma que se entristeceu, mas nunca parou, nunca perdeu a fé, vou ter que acrescentar a minha ENORME admiração pela coragem sem precedentes que o levou a fazer A MAIOR MUDANÇA que alguma vez o mundo imaginou poder assistir.
Sou uma pessoa vulgar, mas daria tudo o que de mais precioso tenho para voltar a vê-lo sorrir. ACREDITEM. DARIA MESMO! Daria porque nada mais é tão valioso nesta vida do que a pureza quase infantilmente descuidada com que esse homem olhou e acreditou no mundo.
THIS IS IT

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

DE QUEM É A VOZ DE CONRAD? QUEM É CONRAD?

Infelizmente não sou especialista em vozes, mas há muito acho que há qualquer coisa de idêntico nas vozes de Conrad (mesmo sendo a de Conrad um pouco mais grosa) e a de Michael. Há talvez a entoação, a suavidade. A situação de Michael no clip abaixo era dramática e a de Conrad não era quando foi feita esta gravação? De quem é esta voz pausada e calma de Conrad? Onde está este homem? Como já disse uma vez, nunca se vêm fotos ou clips deste Conrad. Afinal que “fantasma” é este? Será que por ser “fantasma” a polícia não o pôde prender até hoje?
Bem, proponho o seguinte: ponham os dois clips a correr, mas não olhem, apenas fechem os olhos e oiçam.


video

video

terça-feira, 20 de outubro de 2009

OPRAH ENTREVISTA ORTEGA

1ª PARTE
Sei que quando parte alguém que amamos muito, há uma enorme tendência para falar como se a pessoa ainda estivesse entre nós, mas no caso de Ortega ele lida ainda diariamente com essa “realidade” da “morte” de Michael, mas mesmo assim ele muitas vezes refere-se a ele como se ele não tivesse morrido. (eu sei que estou a especular, mas…).
Agora quero destacar pelo menos duas partes desta 1ª parte da entrevista: Oprah pergunta: “você já foi capaz de processar que ele se foi?” – Ortega: “um pouquinho, ele ainda está MUITO vivo para mim, GRAÇAS A DEUS!” e sorri não sei se com ar quase que mórbido ou se numa atitude de secretismo ou cumplicidade.
Aquele sorriso de Ortega….
Depois vejam a partir do minuto 2,55 – Michael telefona-lhe de noite… bla…bla… e fala na palavra BIOLUMINESCENTE que é, segundo explica Ortega, uma criatura, uma espécie que tem a habilidade de criar sua própria maquilhagem biológica de seu auto-iluminar… MICHAEL JACKSON (diz Ortega).

video

Ortega diz: Bem, você conhece Michael, ele é um cara engraçado e ele amava rir, ele tem essa risada gostosa…. (e lá continua Ortega de passado para presente). Muito mais haveria a analisar nesta entrevista, mas não gosto muito de especular. Dêem vocês vossas opiniões.

video

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

ONDE IRIA KATHERINE?

Onde iria katherine quando foi vista, no final de semana passado, no aeroporto de Los Angeles? Estava sozinha, sem nenhum membro da família, apenas acompanhada de um
segurança. Katherine estava de cadeiras de rodas quando foi vista para embarcar no aeroporto internacional de Los Angeles, no passado final de semana. De acordo com a agência "Brain Pix", Katherine foi ajudada por um segurança particular. Kat numa das fotos tenta esconder a cara.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

AINDA A PROPÓSITO DE CASABLANCA

Estará Michael em Marrocos, Lisboa ou Paris? Lisboa não me parece por ser uma cidade relativamente pequena apesar de ter muitos "cantinhos", principalmente nos arredores, junto ao mar. Vivo aqui, sei como funciona. Há casas completamente isoladas e desconhecidas implantadas em locais residencias de luxo aos quais poucas pessoas têm acesso. E aí não é tão improvável assim.
Marrocos talvez porque Michael sempre gostou.
Mas Paris... ahhhh ... Paris sim! Uma cidade imensa onde habitam várias raças, uma cidade enorme onde tudo pode ser feito, onde pouca importância se dá a figuras que a nós poderiam parecer quase bizarras. Os habitantes já estão habituados a qualquer tipo de imagem personificada. Uma cidade repleta de artistas onde cada um tem a sua própria forma de estar e de se apresentar. hummm... não sei.... Talvez esteja até em uma outra parte do globo.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

CASABLANCA E LIBERIAN GIRL

Coincidências:
- O nº 7 persegue Michael ou vice-versa – O Casablanca foi estreado em 1942 (1+9+4+2=16 – 6+1=7)
- O realizador do filme foi Michael Curtiz
Como sabemos, Michael era cinéfilo. Vou tentar entender algumas razões da escolha de Casablanca (este filme passou durante o jantar que teve lugar no restaurante “Vila Sorriso” quando comemoraram a VIDA de Michael a seguir ao funeral em Forest Lanw), já que o que faria sentido seria terem sido apresentados clips de Michael. De alguma forma podemos aqui fazer uma analogia de Casablanca com a existência das fotos do Liberian Girl que estavam no cemitério de Los Angeles
Analisemos então algumas passagens do filme (já que teríamos que nos alongar imenso para o analisar na sua totalidade).
É um filme que faz acreditar que no mundo o amor existe mesmo sobre condições adversas. (Michael sempre defendeu que o amor tudo pode). No fundo o filme trata de uma fuga).
Casablanca é a rota obrigatória de quem está fugindo dos nazistas na Segunda Guerra Mundial. É lá que Rick (Humphrey Bogart) vai reencontrar Ilsa (Ingrid Bergman), anos depois de se terem apaixonado e perdido em Paris. Anos depois já em Casablanca, ela reaparece com seu marido, o herói Victor Laszlo, justamente no Rick's Bar, do qual o personagem de Bogart é dono. Eles estão à procura de um meio de fugir para a América. Rick e Ilsa encontram-se e relembram o passado que tiveram juntos. Na filme, a música imortal deste relacionamento (AS TIME GOES BY). O sofrimento de Rick ao vê-la é inevitável e ela fica novamente dividida entre seus dois amores. (este talvez o sofrimento em que Michael estará neste momento ao ver o quanto sofrem os seu fãs).
Ao investigar um assassinato, o sarcástico chefe de polícia ordena aos seus homens: Prendam os suspeitos de sempre. (foi o que a polícia começou por dizer – prender Dr. Conrad o que nunca aconteceu, pelo menos até ao dia do referido funeral. A propósito que é feito desse Dr. Conrad dado que apareceu noticiado, no passado dia 7 de Outubro, que a polícia de Los Angeles iria encerrar o caso de Michael e que passados 8 dias iria proceder à detenção de Conrad?)
A CENA FINAL DO FILME

Está uma noite enevoada na pista do aeródromo de Casablanca. Rick e o capitao Louis Renault (Claude Rans) caminham de costas para o espectador, (de costas, tal como o poster que anuncia o filme This is it) quando o protagonista profere, em jeito de desabafo: "Louie, acho que este é o começo de uma bela amizade." A deixa, introduzida depois da rodagem estar concluída, continua a ecoar na mente dos cinéfilos (como ecoa em nós todo este mistério à volta da morte de Michael) e foi o remate ideal para um desenlace que deu várias dores de cabeça a equipa de argumentistas. Falou-se na possibilidade de Rick embarcar com Ilsa no aviao para Lisboa ou de a mesma permanecer junto do seu antigo amante em Casablanca. A solução encontrada pode ter contrariado o "happy ending" de que Hollywood tanto gosta, mas ajudou a elevar o filme de Michael Curtiz ao estatuto de produçao lendária. O final é realmente surpreendente. (THIS IS IT…)
Acredito, que em sentido figurado os amantes seriam Michael e os seus fãs. No fundo o filme trata essencialmente de fugas, de desencontros e reencontros e UM FINAL POUCO CLARO. Parecem ser estas as GRANDES mensagens de Michael.

ANÁLISE DE “AS TIME GOES BY (COM O PASSAR DO TEMPO):
Em primeiro lugar devo salientar que a letra de “AS TIME GOES BY” não é de Michael, então vou interpretá-la como supostas mensagens e coloco a vermelho a minha interpretação do que penso ser a mensagem em cada uma delas
Você deve lembrar-se disto (é pedido para nos lembrarmos disto, do filme talvez)
Um suspiro é exatamente um suspiro (um suspiro é algo quase inevitável)
As coisas fundamentais se aplicam (os factos fundamentais que levaram Michael a forjar a morte)
Com o passar do tempo (só com o passar do tempo iremos entender)
E quando dois amantes namoram
Eles ainda dizem eu te amo (relacionamento entre ele e os seus fãs)
Nisso você pode confiar (poderemos confiar no seu amor)
Não importa o que o futuro traga (o futuro ainda lhe parece indefinido ou/e não sabe ainda como e quando vai reaparecer)
Luar e canções de amor (o funeral foi à noite, sob o luar)
Nunca serão obsoletos (jamais esqueceremos essa noite nem as canções de amor que ele fez)
Corações enchem-se de paixões (os corações dos fãs)
Ciúme e ódio (os ciúmes de muita gente e claro da mídia)
Ainda é a mesma história (sempre a mesma história… a mídia)
Um combate por amor e glória (o combate de Michael pelo amor que ele sempre partilhou)
Um caso de fazer ou morrer (forjar a morte ou fazer os 50 shows?)
O mundo sempre dará boas-vindas aos amantes (ele está certo que o mundo lhe dará as boas vindas)
Com o passar do tempo (só com o passar do tempo, este tempo de incertezas que estamos a passar, servirá para entender o que ele fez)
Mas as que melhor ilustram parecem-me ser estas:
Ainda é a mesma história. Um combate por amor e glória. Um caso de fazer ou morrer .

Pode ainda pensar-se que a CASA BRANCA ou alguém que já esteve lá, poderia estar a ajudar Michael.
Kai Chase com o Presidente Obama a então cozinheira que estava a trabalhar em casa de Michael à data da sua “morte” (25 de Junho de 2009).
Pensemos agora ao livro que foi entregue aos convidados no dia do funeral em Forest Lawn . Tinha uma foto de um outro tema musical: "Liberian Girl", esta dum clip de Michael que todos conhecem, uma paixão cinematográfica de Michael e já no livro “A Magia e a Loucura”, referindo-se a shows ao vivo ele disse: “veja só a enorme quantidade de artistas e actores que se perderam do público porque faziam seus shows e apresentações e pronto. Com o filme, você pode capturar o momento, ele é exibido no mundo todo e existe para sempre”, isto Michael já dizia em 1981, a grande paixão de Michael é o cinema. De igual forma também tínhamos no Staples uma imagem de Micahel com um homem numa máquina de filmar por baixo... sempre o cinema. ..
Agora analisemos algumas estrofes de Liberian Girl.
Garota Liberiana...Você veio e você mudou meu mundo. Um amor tão novo, marcado profundamente (o amor dos fãs que tanto o marcou ao longo da vida porque um astro não se faz sozinho. Ele é astro por ter uma avassaladora plateia de fãs pelo mundo fora que o idolatram)
Garota Liberiana...Você veio e mudou-me garota. Um sentimento tão verdadeiro. Garota liberiana. Você sabe que você veio e você mudou meu mundo, Que nem nos filmes, Com dois amores em cena. E ela diz..."Você ama-me"E ele diz incessantemente" Eu amo você, garota liberiana" ......Apenas gosto de filmes Com dois amores em cena. Letra de Michael Jackson .
Já sabem a história deste clip. Será que desde 25 Junho, da mesma forma, ele tem estado sempre por trás das Câmaras?
Talvez sim, talvez ele ande a gravar tudo isto, não sendo desta vez o actor principal.
Liberian Girl, como sabem foi "dedicado a Elizabeth Taylor". Ela estava sempre com ele e era a sua amiga mais próxima. Provavelmente ela pode neste momento ser, mais uma vez, a ajuda dele. No funeral, curiosamente todos tinham uma rosa nas mãos e Taylor em vez da rosa tinha um lírio igual ao que aparece na foto ao lado do caixão.
Elizabeth foi também ela possuidora de uma vida contestada e controversa.
A"Dama Elizabeth," a pessoa mais próxima de "Wendy", que Mike tinha em sua vida como Peter Pan. As afinidades eram imensas, mas principalmente Taylor, tal como Michael, teve também uma infância difícil, os dois viveram, cercados de fama e foram absorvidos pela mídia . Ela ficou famosa a partir de 4 anos, por insistência da mãe. Ela define-se como uma "sobrevivente" e poucos acreditam que esta mulher tinha problemas com álcool, um tumor cerebral, entre outras doenças. Liz nasceu numa família cristã, mas pouco praticada. Aqueles que a conheceram diziam que ela era uma garota que gostava de brincar e se divertir.
Quando ela soube da “morte” de Michael, caiu num estado de depressão, seu coração estava partido. Mas dias depois, quando o Memorial foi anunciado, ela mencionou que "não iria por medo das inconsistências" (inconsistência é definido como: falta de conexão entre o que pensamos, dizemos ou fazemos, absurdo ou sem sentido). Declarou ainda, segundo a mídia: "eu não vou fazer parte deste circo." Acredito que, em algum momento, ela pode não ter tido conhecimento da "verdade". Note-se que no funeral em várias cenas, Liz parece estar bastante calma, aliás, como quase todos os participantes. Qualquer perda é assumida com tristeza, quando o seu impacto tem repercussões sobre o desenvolvimento físico, mental e emocional.
Neste caso temos uma situação de não se ter consciência de quando será seguro um eventual retorno. Logo é possível que Elizabeth, e até mesmo Katherine, soubessem que Michael nunca voltaria a ser o mesmo? Será que a dor aparente não mostra a impossibilidade de desfazer o que já foi feito?

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

THIS IS IT....????

Menino Michael, onde e quando isto foi gravado? La Toya diz ter muitos anos e que outras mais irão ser lançadas.

video

Quando terá sido composta esta música?







O INCOMPREENDIDO PETER PAN

O menino que fazia músicas iniciadas ao som dos acordes de “Carmina Burana” e terminava com uma criança a “descodificar” a letra para surdos-mudos. Escreveu tantas mais, autênticas orações em forma de música.
Marchou à frente de exércitos, envergando vestes prateadas, na esperança de unir raças. Doou milhões de dólares durante toda sua carreira a causas beneficentes. Deu conferências onde as palavras-chave eram “futuro”, “crianças” e “amor”.
Abraçou quem lhe pediu abraços, afagou milhares de cabeças olhando enternecido pessoas que confiavam na sua límpida energia.
Confiou em muitos que o apunhalaram. Foi julgado e absolvido.
Para poder ser criança fechou os portões da casa e criou o seu mundo como ele queria que o mundo fosse, uma Neverland para crianças. Brincou, mergulhou com elas na piscina, atirou almofadas e água entre risos e sorrisos, foi muitas vezes criança enquanto homem e homem enquanto criança.
Como um menino deitou as mãos à cabeça quando recebeu de presente um elefante.
No palco fundia a criança desprotegida ao homem sensual.
Cantava com uma voz estranhamente desconhecida para qualquer humano. Percorreu o mundo atrás de um novo mundo, que ele sabia poder construir-se através de amor.
Saltou mundos, subiu e desceu dos céus para pôr sorrisos em milhões de crianças decepcionadas e vítimas do mundo dos grandes. Doou parte do que o talento e o sorriso de anjo lhe permitiram ganhar.
Passeava-se escondido por entre multidões. Entrava pelas portas pequenas dos grandes edifícios do mundo, e, lá dentro, era aclamado entre gritos e desmaios, entre êxtases e lágrimas, e lá, Michael, entre sorrisos, pés que voavam sobre o palco e múltiplos sinais da cruz, atrevia-se a repartir esperança, atrevia-se a dizer incessantemente “I LOVE YOU”, algo arrojado neste mundo onde vivemos e que ele, desde tenra idade, desventuradamente conheceu. Depois regressava a casa, e apesar de apenas encontrar uma solidão acompanhada, continuava cogitando como havia de moldar o mundo.
Ousou pôr esperança nas almas de quem vivia atolado em desespero. Transformou as suas dores em AMOR e distribuiu-o em forma de esperança missionando fé.
Acusado de muitas plásticas… (e que temos nós com isso?). Mas muitos que falam dessas plásticas consumiram-no, dançaram ao ritmo dele, choraram escondidos no escuro porque tinham vergonha de se identificarem com a verdade das letras em que ele fazia deslizar a voz. Invejaram essa imagem andrógena que afinal ele criou para também consumirmos. Ou não foi assim? Ide, ide ao fundo de vós e pensem se não foi assim.
O que fez dele uma obra-prima? A sua genialidade, a sua inspiração, a sua autenticidade, a sua FÉ. Representou sempre uma mistura perigosa para quem se esconde atrás de máscaras, essas sim, máscaras invisíveis, embutes em forma, muitas vezes, de uma bondade artificial, mas facilmente identificável por não trazerem com elas o sorriso espontâneo e genuíno como só Michael tem.
Ele é génio em tudo, criou até a imagem à altura da voz.
Usou a fama em favor da humanidade, em favor de todos nós, mas nem todos sabem reconhecer um gesto tão elevado.
Num mundo cheio de desespero e impiedosa desumanidade ousou pôr-nos a sonhar, ousou acreditar em nós, por isso hoje aqui estamos, protegendo-o calando algumas vozes que as nossas postagens certamente travam e que vão trocando as voltas aos que do outro lado do mundo nos quer fazer crer que Michael acabou.
Chegou a nossa vez de ousar acreditar, de ousar proteger, de ousar ajudar a “ressuscitar” quem tanto nos deu e dará seguramente. Tudo fez duma forma desinteressada e só suplicou uma contrapartida que nunca teve. Não julgar antes de conhecer, só essa. A JUSTIÇA.
Aqui estamos para lhe entregarmos tudo aquilo que nunca teve.
Era preciso “morrer”, e até isso ele fez.
Mais do que ter Michael no coração é preciso ter o coração de Michael.
I love you, Michael.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

POLÍCIA DE LOS ANGELES VAI ENCERRAR O CASO? O CASO DE QUEM?

Foi hoje noticiado que a polícia de Los Angeles irá encerrar o caso. Só não entendi de quem. Será de Michael JOE Jackson ou de Michael JOSEPH Jackson. É que assim ficamos sem saber quem vai voltar, ou melhor, com que nome vai voltar, ou melhor ainda, com que nome Michael foi protegido. O importante é que parece que tudo se está a "arrumar" para o seu regreso. E também gostava de saber se a Getty Images adquiriu ou forneceu aquela foto a 10 de Agosto de 2009 ou que data é aquela. Segue a notícia em baixo.
"Polícia de Los Angeles informa que caso Jackson será encerrado
07 de outubro de 2009 • 15h22 • atualizado às 15h24
Morte de Michael Jackson pode ser esclarecida até semana que vem
10 de agosto de 2009
Foto: Getty Images
Depois de ser confirmada como homicídio a morte do cantor Michael Jackson, a polícia de Los
Angeles informou que encerrará a investigação do caso do Dr. Conrad Murray, principal suspeito, semana que vem, segundo o site TMZ.
Os detetives afirmaram que as últimas avaliações sobre a morte do astro pop estão sendo feitas, como análise dos relatórios de médicos e peritos, e no máximo até a segunda semana de outubro, tudo estará esclarecido.
As autoridades estão trabalhando nas provas recolhidas há meses e garantem que o resultado não será surpresa para ninguém. Um fonte disse ao site que existe a chance do caso ir para a corte de Los Angeles, o que facilitaria a condenação do médico. "


sábado, 3 de outubro de 2009

A FASCINANTE CUMPLICIDADE DAS ALMAS

O menino de olhos grandes que um pouco antes brincava despreocupadamente no jardim com um cão, estava ali agora numa procura COM UMA ENERGIA impaciente, querendo ver se o pai se escondia atrás de algum disfarce. Há quanto tempo ele não veria o pai? Só ele sabe se não tinha Sido só desde que deixou o cãozinho Jardim não.
Este menino tem qualquer coisa de mágico tão grande, que acaba por deixar a descoberto tudo o que há nesta fascinante cumplicidade de alma com o pai. Ele sabe tudo o que nós tanto queremos saber.

video

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

MAIS UM SINAL? OU ENORME DESCUIDO?




A 1ª foto é a original tirada da net. Mais uma montagem. Está tudo explicado na 2ª foto, é só clicarem para ampliar. Mas que se passa? Isto é um teste às nossas inteligências ou às nossas capacidades de observação? Ou é só mais um SINAL?